Dia a dia do ciclista

Todos os ciclistas passam em algum momento pela experiência de estar andando felizes em sua faixa quando um mal humorado, normalmente de carro, resolve gritar chamando atenção, certo? Como reagir neste momento delicado?

Devemos:

  • xingar?
  • declarar o amor pela mãe alheia?
  • chorar?
  • chamar a polícia?

Nenhuma das alternativas acima. Descobrimos uma série de sugestões de reações para uma situação desse tipo. No mínimo o motorista em questão ficará se perguntando “o que foi isso?”.

Traduzindo livremente, a moral da história é: quando as pessoas são confrontadas, elas encontram a raiva. Mas quando elas encontram o inesperado, são forçadas a pensar. Essa é a coisa mais malvada (e legal!) que você pode fazer.

Se você já tiver passado por uma situação dessa ou quiser fazer um teste, conte pra gente depois como foi!

Música, bicicleta e a cidade

E enfim chegam as nossas impressões sobre a Pedalada Musical. O evento foi um sucesso! Não apenas por agregar mais de 180 paticipantes, além de monitores e uma orquestra sobre duas rodas (a Ciclophonica), mas principalmente por mostrar a diversidade do público que pedala ou que gostaria de pedalar em Belo Horizonte.

O evento foi bem organizado, um passeio a pedaladas lentas, regado a boa música e brindado pelo sol. Percorreu um trecho entre a Praça da Liberdade, Santa Efigênia e a Savassi, juntando homens, mulheres e criancas, todos de branco, lembrando o Dia Mundial do Meio Ambiente.

Foi realmente bonito e contagiante, uma vitória para os pedalantes e suas bicicletas. Tantas ruas que, na rotina normal da semana, são feias, caóticas e barulhentas, dominadas quase que exclusivamente pelos carros, foram neste dia fechadas (mesmo que por breves momentos) para que as bicicletas desfilassem soberanas. Todas as pessoas do evento pedalaram prazeirosamente, com sorrisos no rosto e, principalmente, com tranquilidade e segurança. Cidadãos ocupando a rua, o espaco que na verdade é (ou deveria ser) público e para o uso de todos. E o que mais impressionou foi o grande número de iniciantes, que provavelmente se sentiram estimulados a participar pelo fato de se tratar de um evento monitorado e seguro.

Ao final do passeio, a alegria evidente estampada no rosto de todos deixa clara a necessidade disso: espaços públicos tranquilos, onde pessoas de todas as idades possam pedalar e realmente aproveitar. Ciclovias, ciclofaixas, vias fechadas ao fins de semana, ou mesmo passeios assim, como foi a Pedalada Musical, poderiam mesmo fazer parte do nosso cotidiano. Passeios felizes e lúdicos que juntam pessoas tão diferentes, multiplicam sorrisos e tudo isso na rua que, pelo menos hoje, foi de todos!

Veja mais fotos!

Pedalada Musical +PdSA

O Dia Mundial do Meio Ambiente está chegando e nada melhor reunir as pessoas em torno de uma causa das mais nobres: a conscientização para a preservação do meio ambiente.

Programada para o dia 04 de junho (este sábado!), véspera do Dia Mundial do Meio Ambiente, a Pedalada Musical levará às ruas de Belo Horizonte uma atividade esportiva ecologicamente correta e música, com o objetivo de levar as pessoas a refletirem sobre seu papel nas causas ambientais.

Tá, mas como assim “levará às ruas música”? Respondemos. Uma das atrações será a Orquestra de Câmara sobre bicicletas: a Cyclophônica! Um projeto de um instrumentista brasileiro, mas que foi desenvolvido a partir de experimentações lá na suécia.

Todos estão convidados para essa volta por BH, para celebrar o som e o meio ambiente. As inscrições já acabaram. Foram quase 600 pessoas inscritas, mas isso não quer dizer que você não pode aparecer lá com sua bike para aproveitar este evento que está imperdível. O percurso será curtinho. São apenas 6 quilômetros na região centro-sul da cidade. Por isso, pode trazer a família inteira! Mãe, vovô, filhote, marido, cachorro. Todos serão bem-vindos.

É claro que o MTB-BH e as meninas do Pedal de Salto Alto não poderiam ficar fora dessa. Estamos colaborando na organização, divulgação e claro: participação na Pedalada!

Preste atenção na programação:
concentração está marcada para 13h. Neste horário os kits para os que se inscreveram já estarão disponíveis, mas é também nesse horário que começa a apresentação da Cyclophônica. O passeio ciclístico deve começar às 15h com retorno previsto para às 17h.

Nos encontramos por lá!

-Atualização:  Opa! Esquecemos de dizer onde será a concentração. Encontramos todos na Praça da Liberdade às 13 horas.