“Eu comecei aos 25 anos”

30123626ac73fe9765fd46a0a782ff9b158c00

Por Paula Albino

Quando criança dei minhas primeiras pedaladas (ainda com as rodinhas) mas não me motivei e cresci sem saber andar de bicicleta. Nunca parei para pensar sobre isso, achava que não faria falta.

No último ano comecei a perceber que estava perdendo oportunidades de boas experiências pelo fato de não saber andar. Muitas pessoas usam bicicletas em Belo Horizonte para passear, na Pampulha você pode alugar e passar uma tarde agradável pedalando em volta da lagoa, as ciclovias estavam se tornando realidade e um passeio de bike em um dia ensolarado parecia ser uma delícia! Prometi para mim mesma que esse seria um item da minha “lista de ano novo”. Comecei a pensar em comprar uma bicicleta para mim quando ganhei a minha primeira como presente de Natal do namorado. Ele disse: “Esse presente vai mudar sua vida”. E como mudou.

Assim que a bicicleta estava na minha frente tudo que eu queria era sair andando com ela. Tentava me equilibrar de todas as formas, dar a primeira pedalada e em todas as vezes eu desequilibrava. Estava com o banco baixinho para apoiar os pés no chão e me sentir mais segura. Parecia ser tão fácil vendo as pessoas andar. Procurei sobre o assunto em blogs, vídeos no youtube e descobri que existe (e muito) adultos que não sabem andar de bicicleta e que qualquer pessoa de qualquer idade consegue aprender.

Tentei várias vezes, todas em lugares planos. Um pouquinho todo dia fui tomando confiança e em pouco tempo… Consegui! Sai pedalando e pude sentir o ventinho no rosto. Era melhor do que eu imaginava. Sem segredo, apenas o impulso, o movimento das pedaladas e você não esquece nunca mais :)

Não parei de aproveitar a minha bike desde então. Passeio em praças, estou descobrindo as rotas e ciclovias, vou na Lagoa da Pampulha andar com o namorado e ainda levamos o bichinho de estimação para andar junto (ele adora acompanhar). São muitas as oportunidades de conhecer novos lugares na sua cidade, de ter uma vida mais saudável e de aproveitar os dias bonitos. Fico orgulhosa por ter aprendido e por não ter perdido mais tempo sem aproveitar esses dias.

Encorajo (e ajudo!) quem não sabe a aprender.

Vale muito a pena!

PdSA no mês da mulher!

Após longas férias, estamos de volta e preparando uma edição super especial para comemorarmos juntas o Dia Internacional da Mulher. Faremos um passeio pelo charmoso Bairro Santa Tereza! Vista-se da forma que se sentir mais confortável e bonita e traga suas amigas, mães, filhas, tias, sobrinhas para  pedalar conosco!

Mas que dia e onde vai ser?

Dia: 09/03 (sábado)
Local: Praça Duque de Caxias – Santa Tereza
Horário: 15:30

flyer-1

 

Bicicletas coloridas

Pedalar com uma bicicleta estilosa é muito mais legal! Agora as marcas de roupas também investem em bikes que seguem a identidade das roupas.

A última que entrou na brincadeira foi carioca Farm que  fechou uma parceria com a LEV, empresa que produz bicicletas elétricas. A Farm desenvolveu 4 estampas exclusivas (jardim fresco, borboleta, formosa e buquê vintage) para colorir os quadros das bikes. Elas ficaram tão bonitas que já acabaram, mas logo a loja passa a vendê-las no e-Farm (www.farmrio.com.br), infelizmente só para o estado do Rio de Janeiro e para a cidade de São Paulo.

A boniteza possui piloto automático (sem necessidade de troca de marchas) e sistema de partida elétrico, além de não emitir ruídos e odores, nem utilizar nenhum tipo de combustível fóssil. A autonomia média da bateria varia entre 35 e 40km, variando conforme o tipo de terreno, velocidade empregada, peso do motorista e carona, por exemplo. Para recarregar a bike, basta conectá-la a uma tomada comum (110V ou 220V) pelo período de 6 a 8h. Prático, né?

e-bike da Farm com LEV

e-bike da Farm com LEV

Além da Farm, veja quem mais andou apostando na parceria moda + bicicleta:

Gucci
bicicleta da Gucci

Hermés
Bicicleta da Hermés

Missoni
Bicicleta da Missoni

Fendi
Bicicleta da Fendi

E pra finalizar, Chanel!
Bicicleta da Chanel

7º PdSA – Edição de Dia das Mães

Chegou mais um esperadíssimo Pedal de Salto Alto! Esta será uma edição especial em comemoração ao dia das mães.

Pedalar é uma delícia. Pedalar junto com alguém é um presente… Este é mais um passeio onde todas serão bem vindas, não importa a idade, nível de experiência ou preparo físico. O importante é ir, se divertir e conhecer gente nova.

Esta pode ser mais uma opção de programa para passar tempo junto com a sua mãe, filha, tia ou até amiga do coração que faz as vezes de mãe hora ou outra. Chame estas pessoas queridas, coloque uma roupa em que você se sinta bonita e confortável, se enfeite com um sorriso e vá nos encontrar!

Dia: 12/05, sábado
Horário: 15h
Local: Praça da Liberdade – perto do coreto

6ª Edição do PdSA em vídeo

O Pedal de sábado foi uma delícia! Quase 50 mulheres (e menininhas!) juntas embelezando as ruas e ciclovias da cidade. Agora aos poucos vamos mostrar pra você como foi um dia especial.

Começamos com o vídeo lindo que a Keka, Raquel Couto, fez com muito carinho. Muito obrigada, Keka!

Agradecemos a cada uma que esteve presente e pode nos presentear com mais uma edição do Pedal de Salto Alto. Sem vocês esse movimento não poderia acontecer.

Ouça as meninas!

Tivemos a honra de participar ontem de duas entrevistas em rádio para contar um pouquinho mais sobre o projeto do Pedal de Salto Alto. De manhã A Simoni representou o PdSA na CBN-BH e de noite no Programa Esportes Pelo Ar da Rádio Inconfidência, Marcela, Karine e Simoni foram muito bem recebidas e deram uma longa entrevista que ficou muito legal!

Você pode conferir o segundo programa no link abaixo ouvindo online ou fazendo download.
http://www.4shared.com/embed/1225779198/3467bbe9

Às Mulheres Maravilha

Pedal de Salto Alto deseja um feliz dia internacional da mulher

Toda mulher tem um potencial para Mulher Maravilha dentro de si. Ocupando a rua lindamente sobre a bike, com vento no rosto, ganhamos coragem, descobrimos uma força que estava escondida em algum lugar e a cada metro vamos conquistando um novo espaço, um novo mundo e sonhos novos.

Já houve um tempo em que a mulher era considerada frágil demais para pedalar, não tão boa como o homem para trabalhar fora, inadequada para governar. Os tempos mudaram, ocupamos muitas da funções antes masculinas, mas ainda há muito a fazer.

Hoje queremos não só parabenizar cada mulher por um dia especial, mas também lembrar que a mudança depende de você e que não existe sonho ou plano que não seja possível.